sexta-feira, 3 de junho de 2011

BUSCAS...



          TENHO ANDADO MEIO PERDIDA, SEM PENSAMENTOS QUE ME FAÇAM SORRIR, MAS O BOM, É QUE TENHO AMIGOS QUE ME FAZEM ESQUECER DO TEMPO QUE A TRISTEZA SE FAZ DE COMPANHEIRA QUANDO ESTÃO AO MEU REDOR TENTANDO ME FAZER ENXERGAR O QUANTO CADA MOMENTO QUE VIVO E RIO SÃO MEUS ANSEIOS DE FELICIDADE. BUSCO UMA CERTEZA QUE NÃO ENCONTRO POR ESTAR ATRAVESSANDO DENTRO DE MIM UMA TEMPESTADE QUE NÃO QUERO VIVER. POR MAIS QUE EU TENTE ME ENGANAR, AO MEU REDOR, VISLUMBRO SOMENTE RECORDAÇÕES QUE ME TRAZEM A TONA O QUANTO TENHO ANDADO TÃO SOZINHA. CAMINHANDO ENTRE A DOR E O RISO EU NÃO CONSIGO ME DEFINIR COMO ALGUÉM QUE TEM, PERSPECTIVAS DE ALCANÇAR MEUS OBJETIVOS (TANTOS!!!). EXAGERADAMENTE TENTO VIVER DENTRO DA REALIDADE MAS, PORÉM, GOSTARIA MESMO DE NÃO ENXERGAR, A INSATISFAÇÃO QUE TRAGO DENTRO DE MIM. COMO DEIXAR QUE OS SENTIMENTOS NÃO SE TRANSFORMEM EM  ANSIEDADES QUE ME FARÃO DESISTIR DE MINHA BUSCA FRENÉTICA PELO AMOR? QUEM SOU EU PARA COMPREENDER-ME SE NÃO SEI NEM ONDE ANDA MEUS MELHORES DIAS? FAÇO ASSIM DENTRO DE MIM A TRISTEZA E ALEGRIA COMPANHEIRAS INSEPARÁVEIS NO MEU CAMINHAR ATÉ REALMENTE ENCONTRAR COMIGO NUMA CURVA DO CAMINHO QUE TRILHO A PROCURA DO MEU MAIS INTIMO AMIGO, EU MESMA...

IVETE BARROS, 03/06/2011, ÀS 04:50.

Nenhum comentário:

Postar um comentário