segunda-feira, 12 de março de 2012

A MEUS FILHOS... FRUTOS DE M'ALMA...



Gostaria de demonstrar-te meu amor
Mas fecho-me por dentro
Acho que é medo de amar
E por medo de amar
Muitas vezes incompreendida
Não sei como demonstrar
Se sinto, se não sinto
Se é verdade, se não sei...
Deixo-me muito me levar
Pela minha própria incompreensão
E de mim mesma tento arrancar
O sentimento de minha desilusão
Que trago dentro de mim me magoando
Roendo minha vida...
Se amo e não sei
Eu mesma não compreendo
Só sei que não consigo demonstrar a ti
O quanto, desde que um dia te vi,
Te amei...

Ivete Barros, 12/03/2012, 20:54

Nenhum comentário:

Postar um comentário