quarta-feira, 7 de março de 2012

PERDIDAMENTE PERDIDA...



Tua sombra invade m’alma
Sinto falta de você...
Meu pensamento ecoa e vaga
Busco os teus sentimentos
Neles não me encontro
Estou como vento em dia de tempestade
Arrastando meus sentidos
A procura de curar-me de você
Sem ti mergulho no abismo dos meus erros
E não enxergo meu caminho
Procuro e não me acho
Encontro e não me localizo
Permito-me ver-te nos meus sonhos
E sonhando acordada sinto tua presença
A machucar meus devaneios ensolarados de dor...
Acredito que ainda resta uma esperança pra nós...

Ivete Barros , 07/03/2012, 02:15.

Nenhum comentário:

Postar um comentário