quarta-feira, 10 de outubro de 2012

CORA CORALINA, POETISA QUE ENTROU NA MINHA VIDA APÓS MEUS 30 ANOS...


DAS PEDRAS 

Das pedras

Ajuntei todas as pedras que vieram sobre mim. 
Levantei uma escada muito alta e no alto subi. 
Teci um tapete floreado e no sonho me perdi. 
Uma estrada, um leito, uma casa, um companheiro. 
Tudo de pedra. 
Entre pedras cresceu a minha poesia. 
Minha vida... 
Quebrando pedras e plantando flores. 
Entre pedras que me esmagavam Levantei a pedra rude dos meus versos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário