sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

QUANTO FALTA?


As vezes a gente tem uma impressão de que falta pouco tempo para se viver e ai quer aproveitar tudo, corre atras de tudo, chora por nada, sorri por nada, se emociona com qualquer coisa e o coração se fecha, se sente amargurado por você imaginar que esta a partir do mundo antes da hora... Será que é isso? Será a partida uma enorme dor chamada saudade? Saudade não sua, não dentro de você, mas dentro de seus pensamentos que revive no emaranhado do teu pequeno tempo a longevidade de teus momentos passados... Que eu possa viver o resto que me falta da minha vida, fazer dela os eternos momentos de alguém ou de alguns que lembrarem de meu sorriso, de minha arrogância, de minha insegurança quando me faço de forte, de minha vontade de viver exageradamente que acho que esqueci por ai neste resto de minha vida... O momento é de estar acompanhada... Plena solidão... Absolutamente esquecida por eu mesma dentro de mim... TRISTE... Sem sentido, mas TRISTE...


Ivete Barros, 08:41 de 12/11/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário